Jornada Pedagógica tem início e discute humanização na era da tecnologia | ACZuca.com.br

Jornada Pedagógica tem início e discute humanização na era da tecnologia


30/01/2020 08:41:32

Da Redação - AC Zuca

Aberta nesta quarta-feira (29), na quadra de esportes da Escola Municipal Vereador João Bosco Ribeiro, a Jornada Pedagógica 2020 prossegue até a sexta-feira (31). Com o tema "Formação e Cidadania: Olhares Humanizados na era Tecnológica, as atividades realizadas nas escolas da rede, antecedem o reinício das aulas, marcado para o dia 3 de fevereiro.

A solenidade de abertura contou com a participação da secretária de Educação, Elza Brito; do subsecretário, Pedro Gomes; do secretário de Meio Ambiente, Ivaldo Sales Júnior e do diretor do Núcleo Territorial de Educação (NTE-24), Marcos Brito, além de professores, coordenadores e diretores das escolas da rede municipal.

Elza Brito ressaltou a importância de inserir os profissionais da Educação no processo de avanço tecnológico, utilizando como norte a Base Comum Curricular (BNCC).

"Hoje, nós recebemos todos os profissionais da rede municipal para iniciar o ano letivo 2020, com a Jornada Pedagógica. Durante a semana, vamos discorrer sobre o tema "Formação e Cidadania: Olhares Humanizados na era Tecnológica. Serão ministradas oficinas que vão tratar da 5ª competência da BNCC, que é a cultura digital e das metodologias do processo de ensino e aprendizagem. O objetivo é inserir os profissionais da rede no processo, através de formações que vão acontecer durante o ano", afirma.

A secretária reforçou que a Seduc continua com o compromisso de manter o município de Paulo Afonso como referência em educação na Bahia, avançando nas novas ferramentas e tecnologias da informação.

"É um desafio que vamos enfrentar e contamos com a participação de todos os profissionais, porque a escola precisa acompanhar o ritmo do desenvolvimento da educação", elenca.

Para o professor Eraldo Rocha Filho, da Escola Manoel Almeida, o engajamento dos educadores na busca de caminhos que formem futuros cidadãos, reafirma o compromisso desses profissionais com os alunos da rede municipal.

"Este é um momento importante para os educadores compartilhar ideias e apresentar o projeto pedagógico para o ano letivo. É uma prova de que os profissionais da educação estão engajados na busca pelo melhor caminho a ser trilhado para construir a independência dos alunos e a emancipação da cultura própria, que resultará na construção de cidadãos de bem e úteis à sociedade", falou.

BNCC

De acordo com dados do Ministério da Educação e conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), a Base Nacional Comum Curricular deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil. Ela estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera que todos os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica. Orientada pelos princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, a Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

Autor: Ascom/PMPA

© ACZuca.com.br - 2019 Todos os direitos reservados